Dores nos Ombros → Como Evitar e Tratar as Inflamações

Uma das dores mais comuns da vida moderna é a tendinite.

Na corrida da vida moderna podemos ter algumas inflamações nos tendões.

Isso pode causar problemas sérios e até mesmo afastamentos profissionais.

Bursite subacromial

A bursite subacromial apresenta sintomas semelhantes à tendinite supra espinhal.

Em particular a dor no ombro em um arco de 60 graus quando o braço é levantado para o lado.

Sintomas

Os sintomas da bursite subacromial podem ser semelhantes aos da inflamação do supra espinal e consistem em:

  • Pressionando por dentro, na frente do ombro causando dor;
  • Dor e fraqueza no braço, especialmente quando ele é levantado em 60 graus;
  • O tendão que está lesionado é provável que haja mais dor quando o braço é levantado.

O que é uma bursite subacromial?

Bursite subacromial é a inflamação da bursa subacromial que fica entre o tendão supra espinal e o osso do ombro.

Uma bursa é um pequeno saco de fluido.

Sua função é ajudar a lubrificar o movimento da articulação do ombro.

O músculo supra-espinhal corre ao longo do topo da omoplata (escápula) e se insere no tendão no topo do osso do braço ou úmero (braço).

O músculo levanta o braço para o lado e é importante em esportes de arremesso.

Como um dos músculos do manguito rotador, ele segura o braço no ombro quando você solta o que está jogando.

O que causa a bursite subacromial?

O uso excessivo é geralmente a causa subjacente, especialmente em esportes onde o braço é muito sobrecarregado.

Esta bursa pode ficar presa causando dor e inflamação.

A lesão do tendão supraespinhal pode resultar em inflamação.

Como resultado, o espaço na articulação é reduzido, aumentando assim a probabilidade de a bolsa subacromial se tornar impingida.

Forças grandes estão envolvidas durante o arremesso, em especial quando o braço é abaixado depois de soltar o implemento de arremesso.

A falta de nutrientes, vitaminas e colágeno tipo 2, podem prejudicar ainda mais a sensação de dor.

Uso contínuo de suplementos como Cartilax UC2 promove a melhora e desenvolvimento da estrutura óssea.

Poucas atletas se incomodam em treinar os músculos do manguito rotador, preferindo se concentrar mais nos músculos que aceleram o braço ao invés de desacelerá-lo.

Uma queda pesada no ombro também pode resultar em lesão do músculo supra espinal, que também pode levar à bursite.

Tratamento

O que o atleta pode fazer?

  • Descanse:

Até que não haja dor, o descanso é importante, pois cada vez que o movimento causa dor.

O tempo é necessário para se recuperar será maior à medida que a bursa se torna inflamada e inchada.

  • Mobilidade:

Se possível, no entanto, continue com exercícios de mobilidade sem dor para manter toda a amplitude de movimento no ombro.

Isso é importante para evitar a perda de movimento no ombro e, eventualmente, fraqueza muscular.

  • Gelo:

Aplique terapia fria para reduzir a dor e a inflamação.

Um pacote de frio ou envoltório pode ser aplicado a cada hora por 10 minutos reduzindo para 4 vezes por dia, conforme necessário.

  • Conselho:

Consulte um especialista em lesões esportivas ou um médico que possa orientar sobre o tratamento e reabilitação da bursite subacromial.

Em que um médico pode te ajudar?

  • Medicação:

Um médico pode prescrever medicação anti-inflamatória, como o ibuprofeno.

Isso ajudará a reduzir a dor e a inflamação rapidamente, embora sempre consulte um médico antes de tomar a medicação.

O ibuprofeno não deve ser tomado se você tiver asma.

  • Reabilitação:

Eles podem prescrever um programa completo de reabilitação para incluir exercícios de mobilidade e fortalecimento.

  • Aspirar:

Se a bursite subacromial não responde ao tratamento conservador normal de repouso e terapia com resfriado, o médico pode aspirar a bursa que envolve a extração do fluido extra através de uma agulha injetada na bursa.

  • Cirurgia:

Um cirurgião pode operar com lesões persistentes da bursite subacromial.