A importância de uma noite de sono bem dormida

Uma boa noite de sono resulta em um melhor funcionamento do organismo como um todo. O dia rende mais, para quem consegue dormir bem já que esta pessoa terá menos ansiedade, mais disposição para atividades físicas e mentais. Um bom sono gera no outro dia, capacidade de se concentrar melhor, uma boa memória, rapidez de raciocínio. De acordo com médicos, uma boa noite de sono aprimora a parte fisiológica, melhorando as funções do metabolismo, regulando hormônios, a pressão arterial e a frequência cardíaca. Ou seja, quem dorme melhor consegue praticar atividades físicas com bom desempenho, realizar bem seu trabalho, tem menos chances de engordar já que os níveis de hormônios estão controlados, tem mais atenção no trânsito e em outras situações.

Com todas essas particularidades, vale lembrar que a quantidade de sono por noite depende do organismo de cada indivíduo. Algumas pessoas ficam dispostas após seis horas de sono, outras precisam nove ou mais, quanto a maioria da população se encaixa nas famosas oito horas de sono.  Mais uma vez, médicos alertam que a qualidade do sono é mais importante que a quantidade para que os benefícios sejam sentidos no dia seguinte.

noite de sono bem dormida

Alguns fatores interferem no nosso sono sem que percebamos. Especialistas afirmam que para uma boa noite de sono precisamos estar em um local confortável, arejado, escuro e sem barulho, sendo assim, manter o quarto arrumado, com roupas de cama limpas e desligar o celular, computador e televisão, contribuem para um sono mais tranquilo. Para pessoas muito pensativas que ficam ansiosas concentrando nos problemas ao estar deitadas, uma dica é anotar tudo o que vem a cabeça e só depois tentar dormir.

Para aqueles que acordam no meio da noite com frequência é recomendado não deixar relógios a vista, a fim de não gerar ansiedade. A prática de exercício ajuda a descansar, mas para quem não está acostumado, a prática é recomentada no mínimo duas horas antes de deitar. Recomenda-se não dormir com fome e nem de barriga cheia. Ache um meio-termo, já que os extremos incomodam atrapalhando o sono.